...minha escrita até pode ser autodidata,
mas está bem longe de ser autobiográfica...

domingo, 2 de janeiro de 2011

podeSER?


Hoje não peço muita coisa...


Quero apenas um pouco de calmaria misturada às tormentas inevitáveis deste dia-a-dia,

Quero um abraço que me contrarie a solidão,

Uma voz que me fale em tom grave coisas que nem precisam fazer sentido,

Só precisam me fazer ‘sentir’.

Gostaria muito de poder me refugiar no abrigo de um certo olhar,

Aquele que me permite ser essa fragilidade que me ronda.

Meu corpo ta precisando do toque da sinceridade pra sentir-se vivo,

De gente que não liga para etiqueta do meu vestido,

Que me olha nos olhos para entender o que minhas curvas não são capazes de dizer.

Estou carente de gente que olha e que vê.


Hoje to sentindo falta de você!




Maria Rita



14 comentários:

disse...

Certos dias só uma café e uma abraço quente nos devolvem.

Beijo doce!

Malu disse...

Maria Rita,

Texto super sensível ...




Bjo e um Dia de Paz.

Renata Fagundes disse...

o sentindo de sentir é tão simples

beijos cintilantes minha querida

Michele P. disse...

Permita-se sentir.


Um abraço Maria!

Ana SS disse...

Sentir escapa ao sentido.
Calor escapa à temperatura.
Viver escapa ao existir.
Bom dia!

Paulo Francisco disse...

¨Só precisam me fazer ‘sentir’.

Gostaria muito de poder me refugiar no abrigo de um certo olhar¨
E DIGO: SER AMPARADO POR UM COLO; AGASALHADO POR BRAÇOS QUENTES E ME SENTIR DE ALGUÉM...

Maria Rita, você está na minha constelação de grandes estrelas. Você é uma estrela que brilha...

Léo Santos disse...

Nossa, guria! Que tocante! Quando li "você", pensei: será que sou eu?

O fato é que tá cheio de sujeitos que olham e que vêem por aí, tu é que não os viu.

Um abraço!

Borboleta no Casulo disse...

Então sinta querida, se permita!!
Bjs

Eliane Furtado disse...

Ainda é tempo. Passei para desejar tudo de bom neste novo ano.

Thomas Albuquerque disse...

Pois é... sobre o meu poema,a liberdade é bela..as vezes é bom nos soltarmos

obrigado pela visita..beeijos

Juliana Carla disse...

✩✩✩ Feliz 2011 ✩✩✩

"Nós abriremos o livro. Suas páginas estão em branco. Nós vamos pôr palavras nele. O livro chama-se Oportunidade e seu primeiro capítulo é o Dia de ano novo." (Edith Lovejoy Pierce)

Ingredientes: prosperidade, felicidade, amor, sonhos, luta, vencer! Sabedoria para construir o que se espera de um novo amanhecer.

Obrigada por estar comigo em 2010! Que hoje e sempre não seja diferente. Vamos somar aprendizados.

Bjuxx e xeroo

Juliana Carla
brailledalma.blogspot.com

Ps.: Sinto muito pela demora para aparecer aqui. O meu tempo está cada vez mais curto. Enfim, obrigada por visitar o BRAILLE DA ALMA. Abraço.

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

"Só precisam me fazer ‘sentir’.

Gostaria muito de poder me refugiar no abrigo de um certo olhar,
"
gostaria disso também para mim, mas fazer sentir, e abrigo são coisas tão distantes nestes dias

Pat. disse...

Também desejo este querer...

Lindo o post!

Beijo

Felicidade Clandestina disse...

o Outro e sua presença tão forte.