...minha escrita até pode ser autodidata,
mas está bem longe de ser autobiográfica...

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

preSENTE...


Em tão pouco

Exponho muito

Falo TUDO


Nesta imagem

Neste dia

Nosso laço


Invisível?

Acho que não

Quase posso tocar


Ta no olhar

No olfato

E no ato de respirar


Vem...

Eu sei

Pode buscar!





Maria Rita


14 comentários:

ƸӁƷBeautiful Butterfly WomanƸӁƷ disse...

Uauuu!!!belas poemaaaa!!!ameiii!!amiga desejo á vc.uma semana cheia de amor...beijos lindonaaa!!

danadinho disse...

Não entendo muito de versos, mas olha que gostei...tem como que uma musicalidade...um ritmo interior...cai bem no ouvido...Gostei.

Paulo Francisco disse...

Digo: ¨Em tão pouco

Exponho muito

Falo TUDO¨
LINDO!!!!!!!!!!!
Um beijo, Maria Rita.

Thiago Quintella de Mattos disse...

Está nos sentidos, na indução! Quase toque! :)

Guará Matos disse...

Vou agora, pode esperar?

Bjs.
_______
Não me abandones!

Oficial e Cavalheiro disse...

Quase que preSINTO o cheiro e o toque desse embrulho...E SINTO que se for buscar jamais conseguirei voltar...

Malena disse...

Lindos, o presente e os versos! :)

Michele P. disse...

Maria,

Encantador e belo.

Um abraço

Cacá - José Cláudio disse...

Maravilha, Maria Rita! Abraços. paz e bem.

Batom e poesias disse...

Tão bem amarradinho e ritmado que quase posso dançar.

Beijos, querida.
Rossana

Retalhos da Sol disse...

Agradecendo e retribuindo tua visita, obrigada por enSOLarar meu cantinho com tua meiga presença.

Tbm gostei muito do que vi por aqui....brota sentimento!!!!

Bjosss meus, enSOLarados!

MOISÉS POETA disse...

ate eu gostaria desse presente!
beijo!

A.S. disse...

Maria Rita,

A delicadeza e sensualidade do gesto é um doce convite ao desnudar do corpo...


Beijos meus!
AL

Emoções disse...

Todos os poetas serão tomados por loucos.
Ainda pregam o amor que muitos não conseguem sentir.
Mas loucura maior e andar no deserto sem amizades,
plantando rosas que nunca vão florescer.