...minha escrita até pode ser autodidata,
mas está bem longe de ser autobiográfica...

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

LarGuei...


Existem fatos que nos dão motivos de sobra para manter o óculos escuro grudado no rosto, são momentos onde rir se torna algo desgastante e que gente com bom-humor parece sintoma de alguma patologia esquisita.


Quando isso acontece o melhor a fazer é esfriar a cabeça e simplesmente...admita!


Largue essa mania de que gente forte e admirável é do tipo que não chora, não perde a pose e vive com cara de garoto propaganda de livro de auto-ajuda.


Esse tipo de atitude é de matar qualquer ser!


Transborde seus cansaços, ligue o ‘foda-se’ de vez em quando e deixe-se surtar pra não correr o risco de vir a enlouquecer.




“(...) e morra a puta que pariu

minha tristeza.”

(Adélia Prado)




Maria Rita



13 comentários:

Renata Fagundes disse...

com esse tipo de pessoa sou autista por opção...
não me importo com o que dizem...eles se bastam.

beijos cintilantes Maria Rita

Cristiane disse...

Que máximo, Maria Rita! Ótimo texto. Uma sacudidela pra quem vive " só rindo!" O texto de Adélia Prado arrematou TUDO!

ƸӁƷBeautiful Butterfly WomanƸӁƷ disse...

Uauuuu!!!que texto maravilhosooooo!!!amei!!!Adélia Prado é fenomenal...!!!beijos queridaaa!!

rívea duarte disse...

Maria Rita,

texto sensacional, pra variar, né?! pessoas admiraveis, fortes são de carne e osso, que amam, choram, sofrer, enfim vivem!

ando apaixonado por viver, com tudo que isso implica | caio fernando abreu.

obrigada pelo carinho de sempre.
um beijo, querida!

,)

Luna Sanchez disse...

Verdade : viver em um eterno baile de máscaras deve ser péssimo!

Beijo, beijo.

ℓυηα

Malu disse...

Maria Rita,

Adorei seu post.
E Adélia o completou de forma perfeita.

E vivamos e ponto fional !!!

BjO Grande.

REGGINA MOON disse...

Maria Rita,

Realmente, a sociedade nos faz agir de uma forma que nos envenena...repleta de formalidades e aparências...sempre que posso, eu ligo o "foda-se"...há tempos que mudei a minha postura...e foi melhor!Não vale a pena ser de outra forma...

Parabéns!!

Grande beijo e bom final de semana!

Reggina Moon

Cristiane disse...

Tem um selinho lá no meu blog pra vc! Uma homenagem ao seu espaço maravilhoso. Bjs

Leo disse...

E eu nunca sou de mostrar ser sempre o forte, quando estou cansado deixo tudo transbordar, senão enlouquece mesmo!

Beeijos!!

Pérola Anjos disse...

Quem mais sente é quem mais vive, e sentir é entregar-se, é transbordar de alegria ou de dor, é não precisar esconder-se atrás da tristeza e nem de nada, é mostrar a face da face.

Beijos!

Lelê Aracil disse...

UAU! adorei seus textos também!! muito! e me vi em muitos deles também!
Vamos mantendo contato!

Um beijo

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

As pessoas só são admiráveis quando tiram a máscara, e mostram que são humanas. Ótimo texto, querida.

"Se às vezes silencioso e pensativo
ao teu lado me sentes ou sentias,
é que eu acho em teus olhos a harmonia
de um linguajar dulcíssimo e expressivo.

E então tu és tão minha, que eu me privo
até de ouvir-te a voz, porque acharia
que rompendo o silêncio desunia
meu ser do teu, pois na tua alma vivo.

E estás tão linda; o meu prazer é tanto,
é tão completo quando assim te miro;
sinto no coração tão doce encanto,

que acho às vezes que em ti eu só admiro
uma visão celeste, um sonho santo
que vai desvanecer-se se respiro!

Guillermo Blest Gana (1829-1904)

Trad. da Renata Cordeiro

Beijos
Bom Fim de Domingo

Paulo Francisco disse...

Poderia ficar lendo e relendo seus textos. Adoro!